logo-fullbody.png

Code&Play Blog

Programação é o novo inglês: vantagem competitiva para as crianças e futuros profissionais

Programação é o novo inglês: vantagem competitiva para as crianças e futuros profissionais

 Você deve se lembrar do tempo em que aprender inglês era quase pré-requisito para que os estudantes pudessem ter melhores chances de desenvolvimento no futuro. Hoje, nem é preciso falar tanto a respeito do ensino do idioma, pois ele já virou uma “obrigação”. O diferencial vem por meio de outras línguas, cursos, habilidades. E, por que não, através do aprendizado dessa que também é um tipo de linguagem, a programação. O processo é responsável pela escrita, teste e manutenção de um programa de computador. Mas talvez você esteja se perguntando: programação para crianças e adolescentes?

É isso mesmo! Não precisa encarar esse tema com estranheza. Ensinar crianças e adolescentes a programar pode ser mais comum do que você imagina. Inclusive, já há países, como a Inglaterra, que mantem essa matéria em sua grade escolar. E, nos Estados Unidos, cada vez mais vêm surgindo instituições com esse enfoque. Os resultados disso são o aprimoramento da educação dos pequenos e o desenvolvimento de novas aptidões.

Na era da quarta revolução industrial, com a convergência de tecnologias digitais, físicas e biológicas, o público mais jovem tem nos eletrônicos alguns de seus grandes aliados. O convívio com computadores, smartphones e outros dispositivos é uma realidade bastante presente em seu dia a dia. O que muitos ainda não sabem é quão fantástico pode ser entender a lógica por trás desses aparelhos.

Levando a uma compreensão mais ampla sobre os softwares, a programação será uma competência essencial no futuro das organizações – que já não conseguem mais sobreviver sem tecnologia. Alguns entusiastas desse tema, como o diretor da Songkick Dan Crown, sugerem que ignorar o assunto poderá gerar tantos empecilhos quanto o analfabetismo na vida dos profissionais. Até o ex-presidente norte-americano Barack Obama já defendeu essa bandeira.

O impacto da tecnologia na educação é tão grande que ganhou um termo específico para designar esse fenômeno: Edtech (do inglês, Education Technology). Trata-se do uso da tecnologia em produtos, aplicativos e outras ferramentas para desenvolver a aprendizagem. Realidade virtual, automação de inteligência artificial e gamificação são algumas de suas aplicações.

Reconhecendo a força desse movimento, a Code&Play é uma startup do segmento de Edtech que oferece diversas opções de cursos EAD e presenciais, nas escolas, para crianças e adolescentes aprenderem a desenvolver aplicativos, sites e jogos. Saiba mais sobre ensino de programação para crianças aqui.

 

Por Crislayne Andrade