logo-fullbody.png

Code&Play Blog

Programação: uma perspectiva na Educação

Programação: uma perspectiva na Educação

Até pouco tempo aprender programação se pensava ser “coisa” de quem deseja trabalhar como profissional da área de Tecnologia da Informação e somente lá no Ensino Superior é que costumava-se ter algum contato com ela. Atualmente, tem se tornado algo que muitos buscam cada vez mais cedo e para além das questões profissionais.

Países como os Estados Unidos, Austrália e Inglaterra têm estimulado em suas escolas a implementação de disciplinas relacionadas às Tecnologias da Informação e Comunicação (“TIC’S”) sendo uma delas a Programação. No Brasil, há ações nesse sentido porém, ainda muito tímidas, o que é uma pena. Dado o contexto educacional atual em que não mais se fala em letramento - aprender a ler, escrever e interagir nas situações comunicacionais como a alguns anos se dizia - mas em multiletramentos e multissemiótica, em que mais e mais se exige o domínio das TIC’s principalmente pela relação existente entre esse avanço da tecnologia e as novas formas de comunicação. Além da razão aqui destacada - de estar se tornando uma exigência presente inclusive nos currículos das escolas - listamos algumas das razões pelas quais é tão importante aprender programação desde cedo:

  • Aprender a programar, principalmente se já na infância e adolescência, potencializa de forma fantástica o desenvolvimento: da criatividade ao explorar suas capacidades; do raciocínio lógico e resolução de problemas com o estímulo à estruturação do pensamento; do sócio-emocional e do cognitivo como um todo.

  • Desenvolver aplicações possibilita não apenas dar vida às ideias, mas por meio delas, transformar o dia a dia, facilitando e otimizando diversas atividades do cotidiano ou simplesmente deixando-o mais divertido.

  • Aprender programação abre diversas oportunidades de ganhar dinheiro já que são inúmeras as profissões diretamente relacionadas a ela ou que ter conhecimento e prática nela se tornam diferenciais no momento da contratação. Além disso, mesmo não sendo o que venhamos a exercer como atividade principal, pode ser a chance de ganhar uma renda extra.

  • Auxilia na aprendizagem de outras disciplinas na escola, independentemente de qual seja o conteúdo pois várias são as possibilidades com as ferramentas da programação: criação de jogos, animações, histórias interativas, etc..

  • Estimula o desenvolvimento tanto das potencialidades individuais quanto do trabalho em grupo ao possibilitar ao indivíduo concretizar suas ideias, auxiliar e poder contar com o outro na execução das atividades, o que os leva a sentirem-se ativos, valorizados, reconhecidos e por consequência sujeitos com uma autoestima elevada, seguros e capazes de ir dia após dia, mais longe em seus feitos.

Aprender programação portanto é ter em mãos um grande poder, proporcionado pela tecnologia que está presente em praticamente todos os espaços e tende a avançar cada dia mais. É a oportunidade de protagonizar muitos fatos relacionados à própria vida ou mesmo à història da escola, do bairro, da cidade e do mundo.

Por Renata Santos